A Black Friday, presente no Brasil desde 2010, ocorre um dia depois do feriado Thanksgiving Day (Dia de Ação de Graças, 4ª quinta-feira do mês de novembro) nos Estados Unidos. Ela inaugura a temporada de compras natalinas com ~super~ promoções. Este ano a Black Friday acontece em 23 de novembro (amanhã). Existem lojas/marcas que estão em campanha a semana toda, algumas o mês todo.

É possível se planejar pra usufruir de forma consciente e abastecer a casa/o guarda-roupa com o que é de uso recorrente: Black Friday pode ser boa oportunidade pra comprar o que a gente usa muito e precisa repor ou aquilo que a gente precisa e já tá namorando com os olhos faz um tempão e na black friday se tornou um investimento acessível. O que não dá é pra “aproveitar” liquidação pra comprar o que na verdade nem precisa/não vai ser usado, comprar a mais, comprar só porque tá tão baratinho.
Comprar menos e escolher melhor, usar muito o que a gente já tem e de muitos jeitos diferentes é exercício de criatividade e é o que faz a gente ter autonomia diante da pressão por consumo incutida pelas mídias.

 

 

Mas, como comprar consciente na Black Friday?
• compre apenas o que você realmente precisa mesmo e não só porque “mas tá tão baratinho”;
• acompanhe o preço antes do período Black Friday para não pagar 50% de 200%;
• prefira comprar em lojas/marcas que você conhece empreendedor/a, que conhece o processo, que sabe para onde está indo o seu dinheiro e se pode ajudar em alguma causa, melhor ainda;
• se a compra for vestíveis, evite comprar mais do mesmo, invista em peças diferentes do que você já possui, a menos que deseje substituir alguma peça do seu guarda-roupa;
• depois de comprar, doe, recicle ou venda o que você não vai usar mais;
• se você tem o hábito de presentear no natal, veja se é possível antecipar presentes de Natal;
• não faça dívidas que não pode pagar, reflita: “Eu posso comprar mesmo estando mais barato? Não vou me endividar comprando?”

Anteriormente, compartilhei aqui no Blog sobre como comprar bem e consciente em SALDOS. Vale a pena dar uma olhadinha:

Como Comprar Bem em Saldos?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *