#empoderamentoatravésdaimagem


 

Olá! Seja Bem Vinda!

O que garante o empoderamento feminino é conhecimento, é independência financeira. Eu acrescento aí mais duas experiências pra fazer crescer bonito esse bolo de autoestima e autonomia: terapia e consultoria de imagem.

O empoderamento perpassa sim a trajetória de um processo de consultoria de imagem pessoal engajado em desconstruir padrões. 

Eu acredito e trabalho por um processo de consultoria de imagem que oportunize o empoderamento através da imagem pessoal, compartilhando conhecimento que possibilite a desconstrução de esteriótipos negativos/padrões de beleza, estilo e consumo incutidos pela sociedade, pra que nesse mundo obsessivo por perfeições inalcançáveis saibamos apreciar, acima da beleza que temos, a beleza que somos, pra emancipar a consciência individual que nos leva à superação dessa dependência social de se encaixar nesses padrões.

O empoderamento nos devolve o poder, a dignidade e a liberdade em decidir e controlar nossas próprias escolhas pra que a gente não se prive de ser quem se é, se respeite, se goste e tenha autonomia no que diz respeito a nossa imagem pessoal sem viver obcecada correndo atrás de padrões e tendências aos quais somos massivamente expostas diariamente por ações publicitárias de marketing, e mídias no geral. Esse conhecimento compartilhado através da consultoria te fortalece para que você faça o que bem entender da sua imagem porque você decidiu fazer(!) e não por ser persuadida pelos padrões sustentados por essa cultura que nos faz ter vergonha de quem somos.

Enquanto vivemos reféns dos padrões, nossa autoestima fica enfraquecida. Mas, quando nos gostamos, nos aceitamos, colocamos uma roupa que faz sentir bem, nossa autoestima se fortalece. E a partir do momento que nos montamos bela, passamos a ter energia suficiente para cuidar de coisas mais profundas (por exemplo: empreender, ser promovida, mudar de profissão, lidar com relacionamentos abusivos, autonomia no que se refere ao controle do nosso próprio corpo, da nossa sexualidade, da nossa liberdade etc). A partir do momento que nos vemos e sentimos bela, exigimos mais! Não aceitamos qualquer coisa, almejamos e trabalhamos em prol do melhor pra nós já que estamos cientes do quão valiosas somos!

Contextualizando…

Empoderamento é poder de decisão, autonomia. Empoderar refere-se ao ato de dar ou conceder poder para si própria. Ninguém empodera ninguém, não é uma ação vertical onde alguém detém o poder concentrado consigo e realiza uma transferência . Empoderamento é criar relações horizontais, onde cada uma exerce seu poder sem oprimir ou dominar de alguma forma outras pessoas ou grupos. Mas, é possível inspirar a empoderar-se disponibilizando conhecimento para que outra pessoa possa expandir consciência da própria capacidade e autonomia, porém apenas a própria pessoa pode fazer isso por si mesma, sabendo que está fazendo isso por si e pelo seu grupo social. O empoderamento compreende a conscientização de variados grupos sociais, principalmente das minorias (população feminina, negra, LGBTQI+, gorda etc), sobre a importância do seu posicionamento e visibilidade como meio para lutar por seus direitos. As pessoas oprimidas* ou que recebem menos atenção/importância, com pouca representatividade em nossa sociedade, muitas vezes não tem consciência do seu próprio poder, e as mulheres estão incluídas nesse grupo. É daí que surge o empoderamento feminino, para que as mulheres reconheçam que são capazes, para então poder começar a fazer mudanças.

*Opressão é o efeito negativo experimentado por pessoas que são alvo de exercício cruel do poder numa sociedade ou grupo social. O termo deriva da ideia de ser esmagado. Uma pessoa oprimida é uma pessoa sem direitos, sem liberdade. Uma pessoa realmente oprimida provavelmente não vai possuir muitas escolhas. Um exemplo de opressão é a gordofobia (opressão estrutural). Lembrando que gordofobia e pressão estética são coisas diferentes, veja aqui.

Empoderamento feminino não é o mesmo que feminismo. Feminismo é resumidamente um movimento que prega a ideologia da equidade social, política e econômica entre os gêneros. Empoderamento feminino é consciência coletiva, expressada por ações para fortalecer as mulheres e desenvolver equidade de gênero. É uma consequência do movimento feminista e, mesmo estando interligados, são coisas diferentes. Empoderamento feminino é quando há conscientização e concepção do poder das mulheres como forma de reivindicarem socialmente por igualdade de direitos entre gêneros, é desafio às relações patriarcais – em relação ao poder do homem e a manutenção dos seus privilégios de gênero – é garantir às mulheres autonomia no que se refere ao controle dos seus corpos, da sua sexualidade, da sua liberdade. Empoderar-se é o ato de tomar poder de si. É possível aplicar o empoderamento na sua própria vida, trabalhando sua autoestima / autoconfiança / autonomia, se fortalecendo e cultivando ambição para seguir seus sonhos. E quando você se sente uma mulher empoderada, você encoraja outras mulheres a fazerem o mesmo! Coisa mais linda isso, uma (e)leva a outra!

Em 2010, a ONU lançou os princípios de empoderamento das mulheres. São eles:

  1. Estabelecer liderança corporativa sensível à igualdade de gênero, no mais alto nível.
  2. Tratar todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os  direitos humanos e a não-discriminação.
  3. Garantir a saúde, segurança e bem-estar de todas as mulheres e homens que trabalham na empresa.
  4. Promover educação, capacitação e desenvolvimento profissional para as mulheres.
  5. Apoiar empreendedorismo de mulheres e promover políticas de empoderamento das mulheres através das cadeias de suprimentos e marketing.
  6. Promover a igualdade de gênero através de iniciativas voltadas à comunidade e ao ativismo social.
  7. Medir, documentar e publicar os progressos da empresa na promoção da igualdade de gênero.

Oito anos se passaram e esses princípios ainda precisam ser massivamente aplicados! O  empoderamento está presente em grandes ações, como por exemplo, quando empresas decidem seguir uma política interna de equidade entre gêneros e quebra de preconceitos  contra as mulheres. Mas também está presente no dia a dia, quando fazemos escolhas com autonomia no que diz respeito a nossa imagem pessoal sem correr atrás de padrões e tendências incutidos socialmente.

Por último, porém muito importante! Sororidade – união e aliança entre mulheres, baseada na empatia e companheirismo, em busca de alcançar objetivos em comum. Consiste no não julgamento prévio entre as próprias mulheres, julgamento que na maioria das vezes, ajuda a fortalecer esteriótipos preconceituosos criados por uma sociedade machista e patriarcal.

Muita gente me relata que teme julgamento no processo de consultoria de imagem, mas gente não tem nada disso! A consultoria de imagem é permeada por empatia e sororidade, e é coisa linda de vivenciar a revelação da essência única que tá dentro de cada uma sendo comunicada através da imagem pessoal do lado de fora. Tem julgamento nenhum não, é só alegria!


No menu do site, no botão chamado O Que Eu Faço, você encontra informações sobre a consultoria de imagem e sobre outros serviços.

Women Feminist Gif by Libby Vanderploeg │ Woman Delivers Gif by Libby Vanderploeg